sábado, 21 de novembro de 2009

Festival Baixo Brasil - São Luis - MA - dia 3

Ebinho tomando o famoso guaraná Jesus de São Luis... me disseram que lá eles vendem o mesmo tanto que a coca cola...


depois do almoço... pose pra foto...


Ebinho Cardoso
Ebinho Cardoso rindo de umas piadinhas que o público soltou do tipo... me leva pra casa com você... ai ai...

o público ensandecido, em êxtase aplaudindo o belíssimo show de Ebinho Cardoso... detalhe... nesta última noite foram 1600 pessoas... ainda estou me perguntando onde eles arrumam tanta gente que gosta de baixo assim... tem que ensinar a fórmula pra outras cidades...





Pixinga
PX e Groove
Sérgio Groove


Todd, Grant e Jim


opssss... Mauro e Lobo fazendo um lanchinho sem sair do ritmo


sorteio de um baixo amazon basse o sortudo...


Jim e Mauro


momento emoção... os gringos piraram no som do Ebinho... principalmente o Grant... que busca uma onda mais alternativa pra sua música... então Ebinho deu seu baixo pra ele... nem precisa dizer que choraram né?


na balada... todos fazendo o refrão de alguma música que não lembro mais qual era... acho que nessa hora era BEAT IT - com o dialeto oficial dos festivais baixo brasil inspirado no Mauro Sérgio - rhuuhau rhuuhau

na balada depois do festival... o baixista que estava tocando lá... esse aí de camisa branca com o baixo na mão é sensacional... quando eu comentei que o cara é demais o Mauro Sérgio disse que ele foi um dos que participaram da seletiva e foi eliminado... aí eu... ããããã??? Como assim eliminado??? Ele tinha que estar lá... aí é claro... quando acabou o som, fui lá pessoalmente com o Pixinga chama-lo pro próximo festival em São Luis... sem precisar de seletiva...


preciso falar que foi uma noite mágica... maravilhosa... a energia do público, a empatia dos músicos com a plateia foi algo inexplicavel... que se extendeu pra todos os que estavam presentes ali... sentimos a excitação dos sentidos... o entusiasmo emocional... efeito da boa música... da paixão, da alegria de fazer parte dessa história dos festivais de baixo...

Um comentário:

  1. Claudio Vasconcelos20 de março de 2011 15:44

    Já fui baixista profissional...rs Tive banda de reggae. Toquei muito nas noites em São Luís. Sou de São Luís do Maranhão e moro no Rio agora. Fico feliz em ver que minha cidade tem tantos admiradores desse instrumento fascinante. Parabéns.

    ResponderExcluir